DIAGEO twitter facebook google plus

Fique por dentro

Voltar à home

05 / mai / 2013
Projeto incentiva reciclagem de vidro

A sustentabilidade e a conservação do meio ambiente são temas bastante recorrentes desde que a sociedade percebeu a diminuição da área verde do planeta e a grande quantidade de lixo, de todos os tipos, espalhados pelo mundo. Várias são as práticas que a população pode realizar para manter o mundo saudável. A reciclagem é uma delas. Diversos materiais podem ser reciclados. Papel, metal, plástico e vidro são os exemplos mais comuns.

De acordo com o professor de Engenharia Civil e coordenador do Setor de Resíduos Sólidos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Jo­sé Fernando Juca, a reciclagem é um ótimo recurso tanto para o meio ambiente, acarretando a diminuição da poluição do solo, quanto para as empresas, que reduzem os custos de produção das embalagens. “Para se ter uma noção, são produzidas, em média, 98 mil toneladas de embalagens de vidro por ano e tudo isso usando 45% de matéria-prima reciclada em forma de cacos”.

Algumas empresas, pensando no meio ambiente e no lu­cro que a reciclagem traz, propõem projetos de coleta e disponibilizam meios para que as embalagens tenham um fim sustentável, garantindo um recomeço para o vidro. Foi por meio dessa proposta, que o projeto “Glass is Good” surgiu. Idea­lizado pela empresa Diageo, há dois anos a iniciativa rea­liza a coleta de embalagens de vidro com parceiros e clientes.

Fabricante de bebidas alcoólicas, a empresa já reciclou por meio da iniciativa cerca de 1,4 mil de toneladas de vidro somente na cidade de São Pau­lo. “O programa é uma importante alternativa que contribui para reduzir o passivo ambiental e movimentar toda a cadeia do setor. Este ano chegamos até Recife e esperamos oferecer à sociedade um programa que favoreça a sustentabilidade na Cidade”, pontua a diretora de Relações Corporativas da Diageo, Grazielle Parenti.

Atualmente, na Capital pernambucana, a empresa conta com 12 parceiros no projeto e, segundo a gestora, a intenção é duplicar esse número até junho. Um dos parceiros é o restaurante Spettus, que há dois meses aderiu à iniciativa, que já prepara bons ventos. De acordo com a nutricionista e responsável técnica pela filial do bairro do Derby, Suely Freire, a preocupação que antes havia em relação ao destino correto das embalagens de vidro, agora acabou.

“Já fazíamos reciclagem de vários materiais, como o papelão e latinha, mas tínhamos a preocupação com as embalagens de vidro. Depois do projeto conseguimos trabalhar de maneira sustentável”, relata Suely, pontuando que a iniciativa influenciou todo mundo que trabalha no restaurante. “Hoje em dia os funcionários contam que já realizam coleta seletiva em suas casas. O projeto é um multiplicador de conscientização sustentável”, conta.